Seminarista Manoel Inácio recebe o Ministério do Acolitado em Lábrea

Domingo (05), o seminarista da Prelazia de Lábrea Manoel Inácio de Oliveira (30), foi instituído Acólito por Dom Jesus Moraza, bispo Prelado de Lábrea em celebração solene na Igreja Nossa Senhora de Fátima, onde se encontra sepultado os restos mortais de Irmã Cleusa.

Manoel Inácio, natural de Canutama (AM), filho de Damacírio Xavier de Oliveira e Joana Inácio de Oliveira, iniciou sua formação vocacional na Congregação Religiosa dos Irmãos Maristas como postulante e posteriormente noviço. Durante o processo formativo e discernimento decidiu-se por ser padre diocesano da Prelazia de Lábrea dando continuidade a sua formação no Seminário Maior João XXIII em Porto Velho (RO), onde cursou a filosofia.

Atualmente o candidato a sacerdote está no quarto ano de Teologia no Seminário Arquidiocesano São José em Manaus (AM), no qual se deposita a esperança de um primeiro padre autóctone desta Igreja particular que este ano de 2015 celebrou 90 anos de sua instalação como Prelazia.

O rito de instituição do acolitado aconteceu na Missa da comunidade que foi presidida por Dom Jesus Moraza e concelebrada por Padre José Lauro Gonçalves Gomes, responsável pela animação vocacional da Prelazia e administrador do Centro Vocacional Frei Jesus Pardo. A celebração também contou com a presença do seminarista José Carlos Paiva que está no terceiro ano da Filosofia em Porto Velho.

20150705_195555

Durante a celebração o Padre José Lauro leu as atribuições do acólito para que toda a comunidade ficasse ciente, sendo: “O Acólito é instituído e sua função é cuidar do serviço do altar; auxiliar ao diácono, quando houver e o Sacerdote nos atos litúrgicos, sobretudo na celebração da Santa Missa; distribuir, como ministro extraordinário, a Sagrada Comunhão, nos seguintes casos: todas as vezes que faltarem os ministros ordinários ou não puderem fazer, por motivo de doença, idade avançada ou exigência do ministério pastoral; todas as vezes que o número de fiéis que se aproximam da Sagrada Comunhão for muito elevado, que possa ocasionar demora excessiva da missa. Pode expor o Santíssimo Sacramento para a adoração e fazer a reposição, não podendo, porém, dar a bênção ao povo. Poderá também cuidar da instrução de outros fieis que forem necessários”. Finalizou enfatizando que ao ser instituído acólito, tem-se em vista que em breve o mesmo será ordenado diácono e consequentemente presbítero.

20150705_193432

20150705_201158

Após orações e bênçãos próprias do rito conferindo-lhe o ministério, Dom Jesus entregou-lhe a patena com o pão a ser consagrado para que o mesmo possa servir dignamente a Mesa do Senhor e da Igreja, e a partir daquele momento deu-se continuidade à celebração onde Manoel auxiliou no serviço do altar.

20150705_201327

20150705_201755

Ao término da Eucaristia, o seminarista José Carlos tocou e entoou uma oração de consagração vocacional intercedendo pela vida e vocação do então acólito Manoel Inácio. Após, toda assembleia foi servida com bolo em comemoração.

20150705_203726

20150705_204236

Que a Virgem de Nazaré continue intercedendo sempre por sua vocação e que o testemunho de Irmã Cleusa o inspire na perseverança e ousadia em dizer sim generosamente a vontade de Deus sobre sua vida.

Marcelo Viana – Coordenador do COMIPA/LÁBREA

 

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

AJUDE
A PRELAZIA

X