Perseverança, súplica e fé tornam-se traços de uma identidade que ama

Entre idas e vindas, descobrem-se os devaneios e também as conquistas. Entre idas e vindas percebe-se que o caminho não é o mesmo, mesmo que seja o mesmo. Os odores, as paisagens, tudo muda conforme aquele que caminha. Assim nos perdemos no mistério do caminho que mescla mesmices e novidades.

Batalhas são travadas num horizonte complexo, que se complica à medida da profundidade, pois segredos são tocados, defuntos desenterrados, tesouros reencontrados. Combate-se na fraternidade e no refrigério da intercessão amigas, dos braços erguidos na solidariedade em prol daquele que caminha.

Assim cuida-se, pois todos trilham as idas e vindas que se tornam mais atraentes na certeza da companhia, na palavra que se faz abraço, na doutrina que acaricia. Trilha-se deixando rastros e odores, trilha-se alargando horizontes, constroem-se amizades, elegem-se intercessores. Perseverança, súplica e fé tornam-se traços de uma identidade que ama e que se contenta em buscar e se deixar encontrar por Aquele que nos encontra.

 

Por pe. Éder Carvalho Assunção Missionário da Prelazia de Lábrea no Corno da África [email protected]

 

Uma leitura orante

 

1ª Leitura – Ex 17,8-13

Salmo – Sl 120,1-2.3-4.5-6.7-8 (R. Cf. 2)

2ª Leitura – 2Tm 3,14 – 4,2

Evangelho – Lc 18,1-8

 

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

AJUDE
A PRELAZIA

X