08 de Setembro de 2016

Pois ela sabe que é seu Filho Jesus que está no timão de nossa embarcação.

Publicado por

Com a alegria celebramos hoje a festa de Nossa Senhora de Nazaré, mãe e rainha da Prelazia de Lábrea, dos povos do Purus. De Pauiní à Tapauá escutam-se hinos de louvor à Trindade em agradecimento pela natividade da Virgem Maria.

O nascimento da Mãe do Senhor alegra aos filhos “que o são no Filho”. Procissões, novenas, festejos, fogos, velas acesas… simplicidade de Belém que preparam para a vida em Nazaré. Assim se expressa o povo partilhando sua alegria neste glorioso dia.

Joaquim e Ana rejubilaram, nós também! Hoje é o aniversário daquela que nos deu o maior presente da história: Jesus de Nazaré.

Nazaré testemunhou o anúncio do Anjo, o sonho de José. Ela guarda agora em seu segredo os passos silenciosos do Senhor que a escolheu como vila, pois nela encontrava-se um “Regaço acolhedor” e um “Braço sonhador”.

Na verdade nos debruçamos neste dia sobre o Mistério da Encarnação, de um Deus que se fez curumim e corre solto em nossas aldeias, de um Deus que se fez menino e que agora sobe as barrancas do Purus. Na “verdade verdadeira” o Purus sempre foi Nazaré, e cada pessoa que navega nestas águas saboreia o “Colo da Mãe”, apreensiva como sempre nas travessias, porém confiante, pois ela sabe que é seu Filho Jesus que está no timão de nossa embarcação.

Por pe. Éder Carvalho Assunção Missionário da Prelazia de Lábrea no Corno da África [email protected]

 

Leitura Orante

1ª Leitura – Mq 5,1-4a

Salmo – Sl 70(71),6; Sl 12(13),6 (R. Is 61,10)

Evangelho – Mt 1,1-16.18-23

Reflexão – Mt 1, 1-16-18-23

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *