28 de Fevereiro de 2020

Padre José Nilson é enviado para sua nova missão na Prelazia de Lábrea

Publicado por

Na quinta-feira (27) depois das Cinzas a Paróquia Nossa Senhora de Nazaré – Prelazia de Lábrea, celebrou a missa de despedida e envio do Padre José Nilson Santos, da Igreja Irmã da Diocese de Ponta Grossa (PR), que há três anos e quatro meses está servindo como Vigário Paroquial em Lábrea e agora juntamente com o padre Osvaldo Pinheiro (da mesma Diocese) irão assumir a Paróquia de São João Batista em Canutama (AM) na mesma Prelazia.
A missa campal paroquial aconteceu na praça do Bairro Vila Falcão em frente à Igreja da comunidade São Francisco e foi presidida pelo bispo Dom Santiago Sánchez em concelebração com o pároco Frei Miguel Peralta, Frei Luís Reyes, Padre José Nilson Santos, Padre Henrique Giera, Padre Paulo Sérgio Vaillant, além dos diáconos Rodrigo Chagas e Tárcio Rosa.


A celebração concentrou grande participação em massa de fiéis de toda a Paróquia para homenagear e agradecer o padre José Nilson por tudo o que ele fez nos últimos anos e também para rezar por sua nova missão em Canutama e enviá-lo.
Dom Santiago enfatizou na sua homilia que “entregar a vida para ganhar a vida é o exemplo típico que a Igreja coloca através do sacerdócio, pois o sacerdote é quem entrega a sua vida. Por isso nos reunimos para celebrar a vida de quem esteve conosco entregando a sua vida, reconhecendo a doação do padre José Nilson neste momento de envio, dando graças a Deus pelo passo que ele está dando em deixar uma missão para ir a outra, obedecendo o mandato de Jesus Cristo”.
O bispo destacou ainda que a Igreja Irmã da Diocese de Ponta Grossa, através do seu bispo Dom Sérgio Arthur, respondendo o chamado à Missão optou por ser uma Diocese Irmã mais generosa em não apenas mandar mais um sacerdote senão assumir uma paróquia inteira. Finalizou fazendo agradecimentos a Deus pela vida do padre Nilson, pela Igreja Irmã de Ponta Grossa e por toda a Prelazia.


A celebração foi marcada por momentos de grandes emoções com o rito do envio e entrega da cruz missionária seguido das homenagens e agradecimentos que os representantes dos setores paroquiais fizeram ao padre antes do término da missa e nas entregas de lembranças por cada comunidade e paróquia:
Tivemos a graça da sua presença no nosso meio e somos profundamente agradecidos! Dotado de um grande carisma espiritual e por sua maneira de ser e agir nos cativou com sua dedicação, o seu cuidado, sua fala mansa e calma que aquieta o nosso coração e acima de tudo o seu exemplo de fé”, afirmou Maria Borrosa falando em nome das comunidades do setor 03 paroquial.


[…] Nós nos alegramos pelo testemunho de fé, pelo testemunho sacerdotal que marcou nossas vidas e paróquia. O Papa Francisco tem nos falado de uma maneira muito intensa que deseja sacerdotes que tenham o “cheiro das ovelhas” e para nós é importante reconhecer Pe. José Nilson, que o senhor tem esse perfil de pastor que cheira o cheiro das ovelhas porque ousou em sua missão”, destacou Marcelo Viana falando em nome das comunidades do setor 02 paroquial.


Agradecemos o seu empenho e a sua dedicação! Saiba que lembranças ficarão guardadas, só temos gratidão em nossos corações pelos ensinamentos e força que nos deu sempre em cada momento. […] Seus cuidados e esmeros para proporcionar a todos um lugar aconchegante e de oração na igreja foram além do esperando, muito além. […] Como não lembrarmos do senhor ao olharmos para a imensa Cruz de Cristo e saber que ali tem um pouco do seu carisma sacerdotal?”, enfatizou Francisca das Chagas (Leydinha) em nome das comunidades do setor 01 paroquial.


Padre José Nilson em sua fala destacou que o que lhe toma nesse momento é um sentimento de gratidão a Deus; ao Pe. José Lauro que foi quem lhe convidou para a missão na Prelazia de Lábrea quando o mesmo se preparava para uma missão na África e que juntamente com Dom Jesus Moraza, Dom Santiago e Dom Sérgio foram instrumentos da voz de Deus neste chamado para servir na Prelazia. Recordou que chegara à Lábrea com o “coração na boca”, mas confiando que Deus é quem conduz todas as coisas e aos poucos foi se encontrando com cada um, ressaltando que primeiramente encontrou o Pe. Henrique Giera que o acolheu no Centro Vocacional Frei Jesus Pardo e foi com quem mais conviveu nestes anos partilhando a vida e a fé como irmãos no cuidado mútuo, a quem agradeceu afetuosamente.


Agradeceu a Dom Santiago que neste tempo foi um pai, irmão e companheiro de missão, e na pessoa dele agradeceu a todos os freis Agostinianos, às Missionárias Agostinianas e aos Irmãos Maristas com quem conviveu sempre de maneira muito amigável. Agradeceu ainda aos conselhos comunitários, Pastorais e movimentos com quem partilhou momentos muito fortes na fé ao longo desse tempo. Salientou que seu único desejo quando veio era de servir e de aproximar o povo mais de Deus, e pediu perdão se em algum momento entristeceu ou magoou alguém. Por fim, falou que o padre, o missionário que chega precisa ser acolhido com um olhar de fé, e pediu que se acolhesse com carinho e com um olhar de fé o Pe. Paulo Sérgio que vai sucedê-lo na certeza de que se estará acolhendo aquilo que Deus quer realizar através dele. E despediu-se com um até logo desejando a todos perseverança e ânimo!


A celebração terminou com Dom Santiago agradecendo mais uma vez ao Pe. José Nilson por seu serviço e disponibilidade, bem como à Diocese de Ponta Grossa pela generosidade em ser Igreja Irmã. Após houve partilha de uma deliciosa sopa para todos os presentes que foi preparado com muito carinho pelas comunidades.
No sábado (29), padre Nilson e Dom Santiago viajam para Canutama onde será empossado como Vigário Paroquial no dia 01 de março (domingo) junto com o Pe. Osvaldo Pinheiro que será o Pároco na Paróquia São João Batista de Canutama.

TEXTO E IMAGENS: Marcelo Viana

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *