24 de Janeiro de 2016

O que sou na Igreja, membro ou doença?

Publicado por

Tempo de Graça

Como é bom participar deste tempo de graça, onde o Espírito nos toca com ternura nesta liturgia da Palavra. Como em Nazaré podemos escutar o Senhor com sua doce voz e olhar sereno: O Espírito do Senhor está sobre mim.

Neste Ano da Graça, o Ano da Misericórdia, que nos cerca com compaixão, encontramos uma riqueza de dons e carismas que são doados pelo Senhor, nos sentimos inquietos e impulsionados a ir além.

O Senhor está conosco, seu Espírito aquece o nosso coração e, seu poder podemos sentir na simplicidade daqueles que foram transformados em sua graça e por isso, restam fiéis à sua Palavra e formam seu Corpo Místico.

Todas as vezes que eu busco a Deus, eu encontro meu irmão, minha irmã.

Este Espírito nos congrega hoje e nos impulsiona no amor de Deus , ele nos recorda que todas as vezes que eu busco a Deus, eu encontro meu irmão, minha irmã.

Assim como Esdras foi vocacionado a ser portador de esperança para um povo sofrido, hoje também, como membros do Corpo de Cristo, somos movidos pelo Espírito à proclamar a Boa Notícia para todos que estão cansados, feridos, maltratados, traumatizados etc. Não podemos ficar indiferentes, construamos a revolução da bondade.  Que nosso amor seja sem hipocrisia.

Quando fazemos a experiência do sofrimento nos humanizamos

Infelizmente passamos também por momentos difíceis, que nos impedem de progredir na fé e, por isso, somos convidados a colocar nossa cruz na Cruz do Senhor. Quando fazemos a experiência do sofrimento nos humanizamos e assim, compreendemos melhor aqueles que estão à beira do suicídio, abatidos na depressão, envenenados pelas suas auto-mentiras.

Pastores mediocrizados são reflexos de comunidades deficientes

Quantos são aqueles que se encontram como ovelhas sem pastor, não porque faltam pastores, mas porque falta um cristianismo vivenciado na radicalidade e na revolução profética concedida à cada batizado. Pastores mediocrizados são reflexos de comunidades deficientes por causa da omissão missionária dos seus batizados. Francisco, o irmão de Roma, nos convida: Sejamos Missionários da Misericórdia.

  • O que sou? Espectador ou membro do Corpo de Cristo no Espírito?

A liturgia dominical… é um espetáculo, que pode até fazer chorar ou realmente um espaço de testemunhos missionários ao redor do Corpo e do Sangue do Senhor?

Quando cremos que o Espírito está no coração de nossa vida, encontramos em seguida as mudanças existenciais necessárias. Quando faço de minha vida uma vítima coitadinha, deixo de ser sujeito para ser figurante e, na igreja, deixo de ser membro para ser doença.

É difícil, mas tenho que perguntar a você, mas antes, a mim mesmo:

  • O que sou na Igreja, membro ou doença?

Como Jesus, você e eu, hoje podemos rezar: O Espírito do Senhor está sobre mim e assim, podemos contar uma história diferente, afinal, não teremos mais medo da luz que temos dentro de nós… e a resposta que buscamos fora encontraremos na força do Espírito no segredo de noss’alma.

 

Uma leitura orante da Liturgia da Palavra 3° Domingo do Tempo Comum Ano C

Lc 1,1-4; 4,14-21 / Ne8,2-4a.5-6.8-10 / Sl18b / Cor12,12-30

Por pe. Éder Carvalho Assunção Missionário da Prelazia de Lábrea no Corno da África [email protected]

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *