14 de Setembro de 2014

EXPERIÊNCIA MISSIONÁRIA EM CANUTAMA

Publicado por

A graça e a paz de Deus Nosso Pai e de Jesus Cristo nosso irmão esteja sempre em nosso meio. Sou padre Antônio Batista de Lima, estou exercendo o ministério sacerdotal na prelazia de Lábrea, precisamente na paróquia de São João Batista, Canutama – AM. Sou paraibano da diocese de Campina Grande -PB e estou fazendo experiência missionária aqui no Amazonas. Deus nos chama e nos envia para que em seu nome nos coloquemos a serviço da sua Igreja e também do seu povo.

Batizados

Para mim, está sendo uma experiência muito rica na minha vida sacerdotal e me sinto feliz em poder colaborar com a Igreja de Jesus Cristo que se faz presente aqui no Amazonas. Pude recentemente fazer o que chamamos de “desobriga”, celebrando missas, batizando, crismando, confessando, testemunhando casamentos, para o povo ribeirinho do Alto Rio Purus. Para mim, foi um momento especial vivido junto a esse povo carinhoso e caloroso na sua maneira de acolher. Senti visivelmente a presença de Deus nas pessoas ribeirinhas, a alegria que eles expressam em seu rosto, não deixa dúvida alguma da presença visível e amorosa de Nosso Senhor. Foram vinte dias de convivência com o povo ribeirinho na desobriga, vinte dias de experiência nova que me servirá para a vida toda.

O barco da paróquia

Cada momento vivido é uma oportunidade de novo aprendizado. Estou entusiasmado com o jeito de ser desse povo ribeirinho, tão receptivo tão cheio de Deus. Com eles (ribeirinhos), aprendi que Deus é muito mais simples do que eu imaginava. Porque, na simplicidade da vida, do seu cotidiano, do seu relacionamento com o outro e com a natureza, não deixa espaço para o egoísmo e nem para as riquezas materiais; vivem expressamente a fé em Deus.

É visível e perceptível a vivencia fraterna e partilhada desse povo de muita fé, de amor e de sabedoria, assim eles nos ensinam a viver o espírito evangélico: após a celebração da Santa Missa, o anfitrião partilha os alimentos dando comida aos visitantes fazendo lembrar as palavras dos Atos dos Apóstolos quando se refere a comunidade: “eram perseverantes em ouvir o ensinamento dos Apóstolos, na comunhão fraterna, no partir do pão e nas orações” (At 2,42). O povo ribeirinho encarnou a palavra de Deus na pratica do seu cotidiano, viver a simplicidade não é esforço exagerado para eles, é algo que faz parte das suas vidas.

Casamentos

Sou extremamente agradecido primeiro a Deus por ter me dado esta oportunidade e também a minha Diocese de Campina Grande por ter confiado em mim e por ter me enviando para esta belíssima experiência missionária na Amazônia.

Meus agradecimentos ao meu bispo de Campina Grande, Dom Frei Manuel Delsom, que me enviou, e meus agradecimentos ao Bispo da Prelazia de Lábrea, Dom Frei Jesus Moraza, por me acolher juntamente ao povo da Paróquia São João Batista, de Canutama-AM.

Fica uma lição muito forte para mim do povo ribeirinho, viver a simplicidade de Deus sem se preocupar em acumular nada para o amanhã.

Padre Antônio Batista de Lima

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *