Leitura Orante: 5⁰ Domingo da Quaresma

“Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo”
Como te servir, Senhor, sem me servir de tua glória para um egoísta apreço meu?
Como te seguir, Senhor, se na verdades os covardes rastros meus ainda me envolvem?
Como estar, Senhor, no fétido e desolador ambiente, quando a zona de segurança me engorda?

Criança minha, não te coloque pesos desnecessários,
Sou eu que te sustento em minha glória,
Glória simples, glória de minha presença que se encanta com tua presença,
Glória de estar contigo, glória de ser contigo.

Sim, Senhor, mas a glória não é tua, de teu Filho, do Consolador?
Não é diante de ti que tudo derrete e que tudo se esvai?
Não é na tua lei que o ser se arranja?
Não é a perfeição que se adora?

Ah, caro curumim, minha glória foi temperada nos passos do meu Pequeno Filho,
Que conheceu o amor de mãe e os cuidados de pai,
Que também sofreu a angústia do não amor dos seus,
Angústia, confiança e certeza de grão de trigo experimentou.

É mesmo, Senhor, é por isso que o Senhor nos entende tão bem,
Pois na Glória da Trindade além de bater um Coração humanizado,
Lágrimas enternuradas irrigam os vales de sofrimento deste tempo,
Glória de simplicidade grava-se no humano coração.

Justamente, filho meu, minha glória é tua presença junto a mim,
Não sou um deus consumidor de holofotes e sacrifícios,
Sou um Abbazinho que não se cansa de ninar, de contar estórias, de encantar,
Minha glória é se dar a conhecer, minha missão é te banhar, como mãe amorosa.

Obrigado, Senhor, como precisava sentir teu afago hoje,
O príncipe deste mundo tem falado tantas mentiras de ti,
Te apresentando como vingativo, cruel e malvado,
Que glória é mergulhar novamente em teu amor.

Obrigado amado filho, tua gratidão comovem meu íntimo,
Agora, não te esqueças, meu Filho está aqui comigo agora,
Dá uma forcinha pra nós, seja minha glória na vida dos pequenos desolados,
Em cada chaga cuidada, um obrigado seu encherá de orgulho o coração deste Velho Pai.

Por Pe. Éder Carvalho Assunção
Uma leitura orante da Liturgia da Palavra do 5° Domingo da Quaresma Ano B
Jr31,31-34 / Sl 50 / Hb5,7-9 / Jo12,20-33

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

AJUDE
A PRELAZIA

X