Jornada Internacional de Oração pelo Oriente Médio

A Prelazia de Lábrea convida a todas as comunidades a entrarem em Vigília pela paz! Em comunidade ou família… sozinho… reze conforme o texto abaixo:

A J U D A À I G R E J A Q U E S O F R E

JORNADA INTERNACIONAL DE ORAÇÃO PELO ORIENTE MÉDIO

Roteiro de oração De 6 a 9 de Outubro de 2014

A perseguição aos cristãos acontece desde os primórdios da Igreja, que na atualidade tem sido mais severamente massacrada em tantos lugares do mundo e em especial no Oriente Médio, para onde voltamos nosso olhar agora.
Mas, desde que recebemos de Jesus a filiação de Maria, ganhamos uma Mãe protetora, uma mediadora poderosa. Invocada desde sempre, no entanto foi só no século XIX que o mês de outubro foi consagrado à Virgem Maria. E desde então, o Papa Leão XIII, que também em seus anos de pontificado vivia duras realidades, exortava os fiéis a suplicarem incessantemente a ela pela Igreja dizendo: “o Rosário desperta no ânimo de quem reza uma suave confiança de ser atendido, e move a maternal piedade da Virgem bendita a corresponder a tal confiança com a ternura dos seus socorros.”
Percorrendo ainda o legado dos Papas, Pio XII, reforçando a confiança na Auxiliadora dos cristãos, quando escrevia em 1958 pela paz no mundo e liberdade da Igreja, ele lembrou: “…quando novos perigos ameaçavam o povo cristão e a Igreja, esposa do divino Redentor, nós, tal como nos séculos passados já haviam feito os nossos predecessores, volvemo-nos suplicantes para a virgem Maria, nossa Mãe amorosa, e convidamos todo o rebanho a nós confiado a abandonar-se confiantemente à sua proteção”. E pedia ainda mais: “Não omitam pedir perdão para os próprios perseguidores da religião cristã, secundando o impulso daquela caridade pela qual o apóstolo das gentes não hesitou em asseverar: ‘Bendizei aqueles que vos perseguem’ (Rm 12, 14); nem desistam de invocar para eles as graças e as luzes celestes que possam ao mesmo tempo dissipar-lhes as trevas e pôr-lhes na reta ordem as consciências.”

Em João Paulo II, agora nosso santo intercessor no céu, encontramos o maior amor à Virgem e grande devoção pelo Rosário. Com ele se reforçaram as recomendações de seus antecessores, especialmente confirmadas pela própria doce Maria em Fátima: “Rezem o terço todos os dias!”. João Paulo II afirma a todos nós: “A palavra de Cristo é a única que pode dar uma resposta às interrogações que se agitam na nossa alma. Mesmo quando a força das trevas parece prevalecer, os que acreditam em Deus sabem que o mal e a morte não são a última palavra. A esperança cristã fundamenta-se nisto; e é aí que se alimenta, neste momento, a nossa confiança orante.” Confiança orante é o que queremos suscitar nos corações dos que caminham conosco nessa Jornada de Oração. Confiança com Maria, Mãe de misericórdia, para que ela suscite pensamentos de sabedoria e propósitos de paz nos corações de todos e que Deus conceda ao seu povo a força e a coragem de que precisa nesta hora de amargura e de provação.

Por fim, em uma carta escrita por volta do ano 120 d.C, conhecida como carta a Diogneto, lemos as palavras de um cristão anônimo que testemunha: “Os cristãos… estão na carne, mas não vivem segundo a carne. Habitam na terra, mas têm a sua cidadania no céu. Obedecem às leis aprovadas, e com o seu teor de vida superam as próprias leis. Amam a todos, e todos os perseguem. São ignorados e condenados; são mortos e sentem-se vivificados… são escarnecidos, e entre as ignomínias adquirem glória. A sua fama é lacerada, e é tornada testemunho da sua justiça… Comportam-se como gente honesta, e são punidos como malfeitores; enquanto são punidos, alegram-se como aqueles que se sentem vivificados”. “Em suma, para exprimir tudo isso brevemente, aquilo que no corpo é a alma, isso são no mundo os cristãos”. É essa herança que recebemos dos que nos precederam na fé! Com eles, e pelos cristãos de hoje, rezemos o santo Rosário meditando, através da vida de Jesus, os mistérios da paixão vivida pelos nossos irmãos no Oriente Médio.

Primeiro Dia (06/10) MISTÉRIOS GOZOSOS
1. A encarnação do Filho de Deus “O anjo disse a Maria: Não tenha medo” (Lc 1, 30) Intenção: Pelos cristãos do Oriente Médio que dão testemunho de Cristo e se mantem fiéis quando, como Maria, dizem sim e encarnam Jesus no mundo também através da dor.
2. A visitação de Nossa Senhora a Santa Isabel “Maria se pôs a caminho” (Lc 1,39) Intenção: Pelos sacerdotes, religiosas e leigos que escolheram se doar sem medidas, permanecendo com os cristãos perseguidos e lutando por eles, especialmente no Iraque e Síria.
3. O nascimento do Filho de Deus “E acham o Menino com Maria sua Mãe” (Mt 2,11) Intenção: Para que Deus mantenha viva a esperança do seu povo em exílio e que seus olhos permaneçam voltados para o Deus menino, sinal de que Deus não os abandonou.
4. A Apresentação do Senhor Jesus no templo             “Ele será sinal de contradição” (Lc 2,34) Intenção: Pelos que, como a Sagrada Família, tiveram que deixar suas casas, fugindo da morte. Uma jornada difícil, pelo deserto, desprovidos de tudo. E pelos que nasceram nos campos de refugiados, nas manjedouras dos tempos de hoje, e desde pequenos tem que enfrentar essa dura realidade.
5. A Perda do Menino Jesus e o encontro no templo “Ao vê-lo, seus pais ficaram emocionados” (Lc 2,48) Intenção: Pelos que perderam seus familiares entre tantas fugas, para que possam ter a mesma alegria de Maria e José de reencontrar seu filho.

Segundo Dia (07/10) MISTÉRIOS LUMINOSOS
1. O Batismo no Jordão “Eu vos mandarei o Prometido de meu Pai… e sereis revestidos da força do alto!” (Lc 24, 49) Intenção: Pelos perseguidores dos cristãos, em especial os que se desviaram do caminho da fé professada no seu batismo e se uniram aos extremistas. Que pela intercessão de Maria muitos possam reencontrar Jesus.
2. A auto-revelação nas bodas de Caná            “Fazei tudo que Ele vos disser” (Jo 2,5) Intenção: Por aqueles que choram e se encontram na dor pela morte violenta de parentes e de amigos, para que nesta hora de sofrimento não se deixem dominar pela amargura, pelo desespero e pela vingança, mas continuem a ter fé na vitória do bem sobre o mal, da vida sobre a morte, e se comprometam na construção de um mundo melhor.
3. O anúncio do Reino de Deus convidando à conversão            “Convertei-vos e credes no Evangelho” (Mc 1,15) Intenção: Pelos responsáveis das nações, para que não se deixem dominar pelo ódio e pelo espírito de vingança, façam tudo para evitar que as armas destruidoras voltem a semear o ódio e a morte, e se esforcem por iluminar com obras de paz a escuridão das vicissitudes humanas.
4. A Transfiguração             “Levantem-se e não tenham medo” (Mt 17,7) Intenção: Pelos feridos e pelos que sofrem por causa dos atos terroristas insensatos, para que readquiram depressa a estabilidade e a saúde e, diante do dom da vida, alimentem nos seus corações desejos de edificação, de colaboração e de serviço em favor de todas as formas de vida, livres de rancores e de sentimentos de vingança, tornando-se operadores de justiça e construtores de paz.
5. A Instituição da Eucaristia, expressão sacramental do mistério pascal “O sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, para remissão dos pecados” (Mt 26,28)
Intenção: Por aqueles que arriscam suas vidas para celebrar a Eucaristia, mesmo sabendo que isso pode significar a morte.

Terceiro Dia (08/10) MISTÉRIOS DOLOROSOS
1. A Oração de Nosso Senhor no Horto da Oliveiras
“Minha alma está triste a ponto de morrer, ficai aqui e vigiai comigo”. (Mt 26,38)
Intenção: Para que os que vivem a grande provação do exílio e da incerteza recebam o consolo espiritual e que sintam a solidariedade dos irmãos na fé.
2. A Flagelação do Senhor
“Todavia, eram as nossas doenças que ele carregava, eram as nossas dores que ele levava em suas costas”. (Is 53,4)
Intenção: Pelos santos inocentes dessa guerra, que fogem do Herodes de nossos dias. E, com eles, pelas mães e mulheres grávidas que sofrem os incontáveis horrores da guerra sem serem poupadas.
3. A Coroação de espinhos
“Eis o Homem!” (Jo 19,5)
Intenção: Pelos homens que estão sob o domínio dos extremistas, especialmente pelos que foram degolados diante das câmeras e do mundo.
4. O Caminho do Calvário carregando a Cruz
“Então os soldados obrigaram Simão a carregar a cruz de Jesus.” (Mc 15,21)
Intenção: Pelas mulheres exploradas, abusadas e escravizadas pelos extremistas e pelas que perderam seus filhos na guerra, tendo o coração transpassado, como Maria, carregando uma cruz pesada demais.
5. A Crucificação e Morte de Nosso Senhor
“Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem” (Lc 23,34)
Intenção: Pela Igreja do Oriente para que, embora tenha sido prostrada pela confusão e pelo luto, inspirando-se na Mãe do Senhor, mulher forte junto da Cruz do Filho, alimentem nos corações desejos de reconciliação e de paz, e se dediquem à construção da civilização do amor.

Quarto Dia (09/10) MISTÉRIOS GLORIOSOS
1. A Ressurreição do Senhor
“Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que esteja morto viverá.” (Jo 11,25)
Intenção: Para que, mesmo em meio a dor, os cristãos do Oriente Médio recebam como dom o consolo espiritual e a força dos que creem na Ressurreição.
2. A Ascensão do Senhor
“Eis que eu estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo.”
Intenção: Para que os países integrantes da ONU ofereçam auxílio e a proteção devida, até a total reconstrução e reestabelecimento do povo e das nações do Oriente Médio.
3. A Vinda do Espírito Santo
“E todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. (At 2,21)
Intenção: “Pelos irmãos e irmãs que não negaram a Cristo diante da morte, na loucura da violência, para que encontrem a Força Heroica do Espírito Santo  e a sua morte não seja vã, mas fermento para novos tempos de fraternidade e de colaboração entre os povos.”
4. A Assunção de Nossa Senhora aos Céus
“Porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é santo”. (Lc 1,49) Intenção: Que Nossa Senhora interceda sem cessar pelos seus filhos agora e na hora da morte.
5. A Coroação da Santíssima Virgem
“Depois, apareceu um grande sinal no céu: uma mulher vestida de sol, tendo a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça” (Ap 12,1).

Intenção: Que Maria, mãe e Rainha, esmague a cabeça da serpente, representada pelo mal do extremismo islâmico que ameaça o mundo inteiro, e acolha em seu colo materno os filhos desamparados e o destino do Mundo.

Oração Final (a se fazer em cada dia ao finalizar o terço) Senhor, a situação do nosso país é crítica e o sofrimento dos cristãos é pesado e nos assusta, é por isso que Te pedimos, Senhor para salvar as nossas vidas, concede-nos paciência e coragem para que possamos continuar a testemunhar nossos valores cristãos com confiança e esperança. Senhor, a paz é o fundamento de toda a vida; Dá-nos paz e estabilidade para que possamos viver uns com os outros sem medo, sem ansiedade, com dignidade e alegria. Glória a Ti para sempre.

† Louis Raphael I Sako Patriarca da Igreja Católica Caldeia

Ajuda à Igreja que Sofre www.ais.org.br 0800 77 099 27
FONTES: CARTA ENCÍCLICA IUCUNDA SEMPER EXPECTATIONE (Papa Leão XIII). Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/leo_xiii/encyclicals/documents/hf_l-xiii_enc_08091894_iucunda-semper-expectatione_po.html
CARTA ENCÍCLICA MEMINISSE IUVAT (Papa Pio XII). Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/pius_xii/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_14071958_meminisse-iuvat_po.html
CARTA ENCÍCLICA OCTOBRI MENSE (Papa Leão XIII). Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/leo_xiii/encyclicals/documents/hf_l-xiii_enc_22091891_octobri-mense_po.html
AUDIÊNCIA DIA 12 DE SETEMBRO 2001 (João Paulo II). Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/audiences/2001/documents/hf_jp-ii_aud_20010912_po.html
CARTA À DIOGNETO. Disponível em: http://blog.cancaonova.com/hpv/da-carta-a-diogneto-sobre-os-primeiros-cristaos/
PASSO A REZAR. Oração do Terço. Disponível em: http://www.passo-a-rezar.net/oracao-do-terco/

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

AJUDE
A PRELAZIA

X