Iniciação Cristã: 3ª manhã de formação para catequistas

Os catequistas da Paróquia de Lábrea participaram no último domingo (15), da 3ª manhã de formação, que dessa vez aconteceu no setor III da Paróquia, mais precisamente na comunidade Santa Rita de Cássia – Terra Solidária.

Como programado, após duas formações direcionadas para o tema “Bíblia”, nessa manhã os catequistas entraram especificamente no tema da “Iniciação Cristã”, que dará suporte a nova forma de catequizar na Paróquia, no que diz respeito ao processo de inspiração catecumenal.

Considerando os muitos questionamentos que envolvem o tema dado a sua novidade: Por quê?… O que é?… Como?… Para quem?… Com quem?… Onde?… A coordenação da Animação Bíblica Catequética dividiu por etapas a formação. Assim, neste encontro buscou-se apresentar apenas uma breve introdução da temática.

A acolhida ficou por conta da equipe de catequistas do setor I, que em sua dinâmica introduziu os catequistas no assunto através de palavras-chave como: querígma, mistagogia, liturgia, caminho de Iniciação Cristã, Testemunho de vida de fé e catequese de inspiração catecumenal.

2

A oração que foi conduzida pela equipe de catequistas do setor II, também nos levou através do clima de espiritualidade a uma reflexão do Evangelho de João 1,29-45, passagem esta que apresenta os aspectos fundamentais do caminho da Iniciação Cristã.

O tema foi assessorado por Marcelo Viana, que inicialmente apresentou alguns documentos da Igreja que ao longo dos últimos anos vem fazendo ecoar a importância de se retomar o processo de Iniciação à Vida Cristã, como: Ritual de Iniciação à Vida Cristã de Adultos – RICA, Diretório Nacional de Catequese, Documento de Aparecida, Estudos da Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB: “Iniciação à Vida Cristã: Um Processo de Inspiração Catecumenal”, Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – DGAE – (2011-2015); Exortação Apostólica Evangelii Gaudium – “A Alegria do Evangelho” e Documento  “Comunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia”.

1

Após essa retrospectiva, partindo de Aparecida, destacou-se aspectos da “mudança de épocas” que estamos vivendo na atualidade (DAp. 44) e que tornam cada vez mais desafiador a nossa evangelização. Para tanto, a Igreja nos convida à conversão de nossas velhas estruturas que já não favorecem a transmissão da fé (DAp. 365) como forma de revermos nossos métodos evangelizadores: “Uma comunidade que assume a Iniciação Cristã renova sua vida comunitária e desperta seu caráter missionário. Isso requer novas atitudes […]” (DAp. 291).

20150315_085541

No que diz respeito ao “por quê” da Iniciação à Vida Cristã, destacou-se os aspectos fundamentais do caminho com base na passagem bíblica de Jo 1,38ss, considerando que foi assim no começo da Igreja: busca, encontro, conversão, comunhão, missão e transformação da sociedade. Essa foi a experiência de Jesus e dos apóstolos.

20150315_085459

20150315_103552

Para finalizar as colocações dessa primeira etapa da formação respondeu-se o que é o processo de Iniciação à Vida Cristã mediante sua evolução e declínio histórico na vida da Igreja nos primeiros séculos do cristianismo. Pois apesar de apresentar-se muitas vezes como uma “inovação” não é algo novo na Igreja, e sua estruturação específica chamado de “Catecumenato” é considerado ao longo dos séculos como um modelo privilegiado para tal processo.

20150315_103615

20150315_103632

Após o farto lanche que foi oferecido pela equipe de catequese do setor que nos acolheu, a coordenação passou o vídeo: “A Nova Iniciação Cristã”, do Padre Antônio Francisco Lelo, e logo em seguida os catequistas puderam tirar dúvidas e apresentar suas colocações.

20150315_100426

Durante a manhã recebemos a visita do administrador paroquial: Frei José Garcia e do coordenador de pastoral da Prelazia: Orly Côco, que além do privilégio de suas presenças, nos deixaram palavras de ânimo e de perseverança nesse itinerário formativo.

20150315_104816

20150315_104936

Após os informes repassados por Raimundo Domingos, coordenador paroquial da catequese, Frei José nos despediu com a bênção final.

20150315_105505

Que Deus continue abençoando a perseverança e entusiasmo de nossos catequistas, pois embora tenha sido uma manhã de domingo chuvosa compareceram com a mesma alegria e entusiasmo afim de crescerem cada vez mais no conhecimento que irão partilhar com as crianças e jovens de nossa catequese.

Marcelo Viana – Coordenador do COMIPA/LÁBREA

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

AJUDE
A PRELAZIA

X