Seguir aquele que um dia tocou o coração de maneira sem igual

Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
A minh’alma tem sede de vós,*
minha carne também vos deseja.

 

Seguir aquele que um dia tocou o coração de maneira sem igual, numa ternura confidencial. Perseguição, cruz, martírio, tudo se torna romance quando o sentimento que sustenta encanta a razão que não permite contenda. Seguir na confiança, abraçar no escuro, pois a claridade do primeiro dia não permite mais a confecção das artimanhas da desconfiança.

Seguir porque o amor foi degustado primeiro, ele contagiou por inteiro. Crises, inseguranças, medos, tudo é superado numa memória cordial que alimenta os passos e fortifica os laços. Seguir na graça e não no mérito.

Seguir na força do olhar que contempla. Seguir no toque que enternura. Seguir na escuta da voz que apaixona. Seguir no odor que inebria o coração. Seguir degustando uma presença imensurável de sabor.

Por Pe. Éder Carvalho Assunção Missionário da Prelazia de Lábrea no Corno da África [email protected]

Leitura Orante

1ª Leitura – Zc 12,10-11;13,1

Salmo – Sl 62,2.abcd.2e-4.5-6.8-9 (R. 2ce)

2ª Leitura – Gl 3,26-29

Evangelho – Lc 9,18-24

 

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

AJUDE
A PRELAZIA

X